Indice del artículo
Colocando em prática o Jornalismo Comunitário: expectativas e desafios
Introdução
2. Realidade brasileira e comunicação de massa
3. Jornalismo Comunitário: o que, por que e para que?
4. Colocando em prática
5. Considerações finais
BIBLIOGRAFÍA
Todas las páginas

Referências bibliográficas

BARBOSA, A. (2009): Depois de derrubar obrigatoriedade do diploma de jornalista, STF pode fazer o mesmo com outras profissões. In: O Globo. Disponível em: http://oglobo.globo.com/pais/mat/2009/06/19/depois-de-derrubar-obrigatoriedade-do-diploma-de-jornalista-stf-pode-fazer-mesmo-com-outras-profissoes-756424570.asp. Acesso em 20/05/2011.
BAUMAN, Z. (2001): Modernidade líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.
BERGER, P.; LUCKMANN, T. (2003): A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. 23 ed. Petrópolis: Vozes.
BERMAN, M. (1986): Tudo que é sólido se desmancha no ar. São Paulo: Cia das Letras.
BUCCI, E. (1997): Brasil em tempo de TV. São Paulo: Bontempo Editorial.
BUCCI, E. (2000): Sobre ética e imprensa. São Paulo: Companhia das Letras.
CAPPARELLI, S.; SANTOS, S. (2005): Coronelismo, radiodifusão e voto: a nova face de um velho conceito. In: BRITTOS, V.; BOLAÑO, C. R. S. (Orgs.). Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia. São Paulo: Paulus, p. 77-101.
Coronelismo eletrônico. In: A Rede. Disponível em: http://www.arede.inf.br/inclusao/edicoes-anteriores/82-%20/1046. Acesso em 20/05/2011.
FERREIRA, F. V. (2007): As representações dos indivíduos anônimos no telejornalismo brasileiro: um estudo comparativo entre o Jornal Nacional e o Jornal da Record. Faculdade de Comunicação, Universidade de Brasília (UnB).
GUARESCHI, P. (2005): Sociologia Crítica: alternativas de mudança. Porto Alegre: EDIPUCRS.
LEAL FILHO, L. (1997): A melhor TV do mundo. O modelo britânico de televisão. São Paulo: Summus.
LIMA, V. A. De (2001): Mídia e Política: teoria e prática. São Paulo: Editora
Perseu Abramo.
PEREIRA, A. A.; RODRIGUES, R. P. P.; SILVA, L. R. A. Da (2010): Alô comunidade: programa de rádio comunitária como ferramenta de mobilização social. Trabalho de conclusão de curso, Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas.
PERUZZO, C. M. K (2004): Comunicação nos movimentos populares: a participação na construção da cidadania. 3ª.ed. Petrópolis: Vozes.
__________ (2005): Rádios comunitárias: entre controvérsias, legalidade e repressão. Portal Mídia Cidadã. São Bernardo do Campo: Cátedra Unesco-Umesp. Disponível em: http://www2.metodista.br/unesco/agora/agora_agora.htm. Acesso em 18/05/2011.
RAMOS, M. C. (2005): A força de um aparelho privado de hegemonia. In: BRITTOS, V. C.; BOLAÑO, C. R. S. (Orgs.). Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia. São Paulo: Paulus, p. 57-76.
VIANA, C.; CARDOSO, C.; FERREIRA, M. (2010): Bom dia mais: programa comunitário para ser inserido na rádio educativa Mais FM de Brazlândia. Trabalho de conclusão de curso, Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas.