Indice del artículo
Colocando em prática o Jornalismo Comunitário: expectativas e desafios
Introdução
2. Realidade brasileira e comunicação de massa
3. Jornalismo Comunitário: o que, por que e para que?
4. Colocando em prática
5. Considerações finais
BIBLIOGRAFÍA
Todas las páginas

5. Considerações finais

O presente artigo revelou a possibilidade de se incentivar a prática do Jornalismo Comunitário como alternativa para a democratização da mídia, principalmente no caso brasileiro que sofre de concentração de propriedade conforme exposto anteriormente. Deste modo, o Jornalismo Comunitário pode ser uma excelente ferramenta para ampliar o acesso à informação, à disponibilidade das informações, propiciar maior interlocução entre produção e recepção do conteúdo dos veículos comunitários, permitindo maior representação da comunidade sem desvios e reprodução de estereótipos normalmente presentes na grande mídia.

É também uma excelente oportunidade para ampliar o mercado de trabalho para os recém-graduados e aqueles que se sensibilizam com a causa comunitária, ampliando e resgatando a cidadania e o direito de representação de milhares de indivíduos pertencentes às mais diferentes comunidades, muitas vezes marginalizadas na grande imprensa.

O Jornalismo Comunitário é, sem dúvida, uma alternativa para a concentração da propriedade dos meios de comunicação, para a comunicação tradicionalmente verticalizada conhecida no Brasil e para o fomento de cidadãos mais participativos e ativos no processo de construção de sua sociabilidade, representação e realidade.